quarta-feira, 11 de abril de 2012

Cap. 40


Joe off

Algumas semanas depois

Demi on


Estávamos dormindo, quando eu acordei de madrugada com algo molhado entre as minhas pernas, minhas costas doíam, era o bebê, ele estava nascendo.


- Joe, acorda, Joe -eu balançava ele-
- ooi -ele virou para o outro lado
- JOE ACORDA, O BEBÊ TA NASCENDO - eu gritei, e ele rapidamente se levantou
- oque? - ele se sentou na cama
- JOE O HENRIQUE, SOCORRO JOE, ME LEVA PARA O HOSPITAL -eu gritava- HAAA TA DOENDO
- Calma amor - Joe me pegou a chave do carro em cima da mesinha, e me pegou no colo
- ta doendo Joe - eu gemia
- Calma meu amor, vamos para a maternidade agora e vamos ter o nosso bebê - Joe me colocou no banco traseiro
- eu te amo
- eu também te amo meu amor, eu juro que nada vai te acontecer de mal


Joe entrou no carro e foi disparado para a maternidade, ele ligou para lá avisando que estávamos chegando, chegando lá ele estacionou e me pegou no colo, assim que ele entrou na maternidade vieram os enfermeiros com a maca, e me colocaram lá, Joe não largava a minha mão.


- vai dar tudo certo meu amor, eu te amo - ele me deu um selinho
- eu também te amo mais que tudo Joe. - os enfermeiros foram dirigindo a maca até a sala de parto


Demi off

Joe onn


Nós fomos até a sala de parto, seria normal, Demi estava com medo, eu podia ver em seus olhos.


- Vai ficar tudo bem meu amor - dei um selinho nela - Deus está com nós
- Joe, promete que vai me ajudar? - ela dizia com os olhos cheios de lágrimas
- Senhor coloque isto por favor - coloquei a roupa de hospital
- Me dê a sua mão, se doer, você aperta e eu falo para eles pararem, tudo bem? - peguei na mão de Demi, enquato os medicos preparavam tudo
- Tudo bem - ela segurou minha mão, dei um selinho nela, eu queria passar toda a minha segurança para ela.
- Tudo bem mamãe, vamos lá, faça o máximo de força que puder - Encostei minha testa na dela, e fechamos os olhos juntos.
- força - sussurei no ouvido dela, ela começou a fazer força, ela gemia de dor, fazia força e suava. - vamos lá Demi - Ela fazia muita força, e gritava.
- Já estou vendo a cabeça - Disse o médico
- Está quase lá amor - ela fazia muita força, seu rosto chegou a ficar vermelho, eu podia ver as suas veias
- ta doendo Joe - ela disse chorando - tira ele de mim Joe, tira ele de dentro de mim, por favor - ela dizia, chorava, fazia força... Me deu pena dela, eu coloquei seus cabelos para trás segurei forte a sua mão
- Aperta a minha mão, por aperta o mais forte que puder Demi, mais você tem que colocar o nosso filho para você, eu estou aqui com você agora, e nós vamos conseguir meu amor, nós vamos - ela chorava tanto quanto eu, Demi olhou em meus olhos e depois fechou os seus olhos, ela fez muita força, mais do que antes, muita força
- só mais um pouquinho - o médico disse


Demi fazia muita força, então eu escutei um choro de bebê, meus olhos se encheram de lágrimas, os de Demi também, eu a olhei no fundo dos olhos dela, e dei um beijo nela, um beijo rápido, eu me virei e vi o meu filho, no colo da enfermeira, ela limpava ele, depois ela me deu ele, foi como que se eu tivesse pegando no colo um anjo, ele era perfeito, minhas lágrimas cairam sobre o pano que cobria ele, eu dei ele para que Demi pudesse segura, ela caiu no choro, eu via a felicidade em seus olhos... Logo a enfermeira veio para ensinar Demi a amamentar... Era um começo, um começo de uma nova história, um começo de uma nova vida.


5 meses depois


Henrique tinha crescido bastante, ele tinha os olhos de Demi, castanho bem vivo, Demi dizia que ele tinha a minha boca, os cabelos de Henrique é liso e negros, eu queria cortar, mais Demi disse que ainda é cedo, mais de uma coisa eu sei que ele puchou há mim, que é o seu amiguinho, ele é grande, igual ao meu. Henrique gritava toda hora, se não desse oque ele queria, ele gritava. E a filha do Nick e da Miley? ela nasceu, é a coisa mais linda, ela tem os cabelos negros, os olhos verdes igual ao de Miley, a boca é igual a da Miley, os cabelos encaracolados e castanhos, Heloá era a cara de Miley, porque se fosse igual ao Nick, coitada dela, Demi ainda morava no quarto dela, por enquanto.


mais 7 meses depois.


Henrique aprendeu a falar mamãe, eu considero que é "mama" porque ele quer mamar, mais Demi diz que é mamãe, Henrique andava já a casa inteira, o pai de Demi vivia de olho em nós, Henrique é o xodó dele, e Dianna? Bom, ela parou com as suas viagens e passava a maioria do tempo com Demi, porque eu trabalhava, Miley e Demi iam todas as manhãs ao parque com Henrique e Heloá, que já estava muito espertos... Estava voltando do trabalho, quando passei em frente a uma joalheria, e vi um anel de casado, muito lindo, estacionei o carro e fui dar uma olhada, comprei eles, e fui para a casa da Demi, cheguei lá e Miley, Demi, Henrique e Heloá estavam sentados no tapete brincando e Demi e Miley estavam conversando na cama, entrei no quarto e Henrique olhou para mim e ficou todo feliz.


- ôoo filhão - corri e peguei ele no filho - olha a meninona do titio ae - peguei ela no colo também, os dois faziam a festa
- oi amor - Demi se levantou e veio até mim, e me deu um selinho
- Oi Joe
- Oi Miley, quanto tempo


Eu tomei banho e depois ficamos conversando, Nick veio buscar Miley e Heloá, depois ficamos apenas eu, Demi e Henrique que agora Demi estava dando mamá, com a mamadeira, porque ele já ia fazer 1 ano e não mamava mais no peito. Eu a observava, Henrique olhava para ela e passava a mão no queixo de Demi, era oque ele sempre fazia quando mamava, ficava passando a mão no queixo de Demi e ela sorria abertamente para ele... Henrique dormiu, Demi o colocou em seu berço. Eu estava deitado na cama, Demi veio até mim, e se deitou em cima de mim, eu a abraçei.


- to tão cansada - Demi acariciava meu rosto - Hoje, Henrique brincou muito na prascinha junto com Heloá
- Imagino, um dia eles vão namorar - dei um selinho nela
- Credo Joe, as crianças nem aprenderam a falar e você já está pensado em namorar
- mais é - dei um beijo no topo de sua testa - Quando ele fizer 10 anos eu vou dar uma camisinha para ele
- Camisinha? - Ela levantou um pouco apenas o tronco
- é Amor, tem que saber desde pequeno
- Mais também não é para tanto né meu amor
- Claro que é, se não se previnir, daqui a pouco ele chega aqui falando "Pai, me dá dinheiro para mim comprar o leite do meu filho?"
- Ai Joe, só você mesmo, o menino não tem nem 1 ano
- Mais daqui a pouco tem - Dei um selinho nela - vá dormir amor, amanhã será um grande dia
- Oque você quis dizer com isso? - ela me olhou com um olhar de "conta tudo"
- Nada meu amor, só dorme - deitei ela sobre o meu peito e beijei seu cabelo e fiquei fazendo carinho, logo ela caiu no sono


Como de costume, eu acordei primeiro que Demi, eu não iria ir trabalhar hoje, combinei com o meu pai que hoje seria o dia que eu mudaria a minha vida, liguei para os advogados... Marquei com eles na casa de Demi, era 8 da manhã e Demi ainda dormia, Henrique havia acordado, eu dei um banho nele, e coloquei um short nele, um chinelinho e um boné que eu havia comprado para ele dos Yankes, eu fiz o mesmo comigo, coloquei um short, um boné e de chinelo mesmo, fomos na padaria, comprei um bolo e uma promoção de pães, aonde eu passava as meninas diziam para henrique "que menino lindo" claro, ele foi feito com carinho, amor e muita safadesa. Voltamos para casa, eu fiz um café e fiz o mamá de Henrique. Um tempo depois os advogados chegaram, eu os mandei entrarem, ficamos conversando um pouco sobre o casamento, depois chegaram o pessoal da igreja, eu subi as escadas e fui até Demi com Henrique.


- Bom dia amor - dei um selinho em Demi
- Bom dia - ela me sorriu - Bom dia meu bebê - Demi pegou Henrique no colo e deu um beijo em sua testa
- mama - Henrique "tentou" falar
- é mamãe bebê - ele deu uma forte gargalhada e nós rimos juntos
- Amor, os advogados estão lá em baixo, e o pessal da igreja
- Advogados? Igreja? - ela fez cara de assustada
- É amor, para marcar o nosso casamento
- Sério? - os olhos dela brilhou
- Séríssimo
- Então deixa eu me arrumar, para mim descer
- Ta bom, vai lá


Demi se arrumou, e nós descemos, depois de muita conversa, muita enrolação, nós marcamos o casamento, para daqui a 4 meses, daria tempo de arrumar tudo, Henrique estava dormindo agora, os advogados tinham ido embora junto com o pessoal da igreja, eu me sentei no sofá com Demi no meu colo, eu acariciava os seus cabelos.


- Estou muito cansada - disse Demi
- Também estou - dei um beijo na sua testa - durma um pouco meu amor
- Mais e o Henrique? - ela levantou a cabeça um pouco
- apenas durma - eu a abraçei e ela se aconchegou no meu colo


Levei Demi para seu quarto e a coloquei em sua cama.


4 meses depois


Hoje era o dia do nosso casamento, hoje era o dia mais feliz da minha vida, ontem na minha despedida de casamento, eu, Nick e o meu irmão mais velho Kevin que já é casado, fomos a uma chopperia, ficamos quase a noite toda bebendo, falando sobre futebol e etc... Eu estava no meu quarto e meu pai me ajudava a me arrumar.


- Ajeite a gravata Joseph - Meu pai disse e jeitou minha gravata - meu filho, você está lindo - ele deu um sorriso - parece que foi ontem que eu vi você nascendo, parece que foi ontem que você falou "papai" pela primeira vez, parece que foi ontem que nós conversamos sobre sexo pela primeira vez. Eu tenho tanto orgulho de você meu filho
- Obrigado pai - eu o abraçei
- Meu irmão - Kevin entrou no quarto com um copo d'água. - Aqui está a sua água
- Obrigado Kevin - bebi um pouco de água - estou muito nervoso
- Joe, confie nela, ela te ama, vocês tem um filho, você acha mesmo que ela vai te deixar plantado no altar?
- Sei lá né!! vai que...
- Vai que nada Joseph, Demi te ama muito - meu pai disse
- Vocês tem razão, ela me ama, eu amo ela, amo Henrique - Bebi o capo inteiro de água


Algumas horas se passaram e eu fui para o altar, a família toda estava lá, os pais de Demi os meus... Estava tudo muito lindo, então eu escutei a música anunciando a vinda de Demi, então lá apareceu ela, vestida de branco, um vestido tomara que caia, que ia até os pés, o cabelo prendido num coque de perfeitamente perfeita, a maquiagem perfeita, ela estava perfeita, minha futura mulher. Ela vinha andando lindamente com seu pai, Eddie, logo atrás vinha Heloá, com os cachos soltos, o vestidinho quase igual ao de Demi, Heloá mal andava, olhei para Demi dos pés a cabeça enquanto ela vinha caminhando até mim, quase chegando, quando encontrei seus olhos, eles estavam vermelhos, cheios de lágrimas, um sorriso em seus lábios eram triunfante, eles chegaram perto de mim.


- Tome conta da minha princesa Joseph - ele me entregou ela - ou saberá as consequencias - Eddie sorriu abertamente
- Sim, eu tomarei conta desta princesa - peguei em sua mão, quando segurei na mão de Demi, eu quase senti um choque elétrico, foi como uma energia que passou para mim, e me deu uma vontade enorme de beijá-la, eu apenas olhei para os seus lábios e mordi os meus.
- Senhores - o Padre tirou minha consentração, olhei para ele


Então o padre começou a falar, depois de um tempo.


- Pode entrar as alianças


Henrique entrou na grande igreja, com uma almofada em suas mãos e em cima da almofada um parte de alianças. O terno preto, o cabelo que Demi penteava em cima da testa, eu dizia a ela que era para ela colocar um moicano, mais ela quer porque quer que o cabelo dele seja grande, uma franja. Ele andava quase cambaleando e olhava para Demi. Ele nos deu as alianças e foi andando para Dianna que estava logo atrás de Demi.


- Joseph Adam Jonas, você aceita Demetria Devonne Lovato como sua legítima esposa?
- Sim - Demi sorriu abertamente
- Demetria Devonne Lovato, você aceita Joseph Adam Jonas como seu legítimo esposo?
- Sim - Uma fraca lágrima escorreu sobre o meu rosto
- Pode beijar a noiva - Eu peguei em seu pescoço, fazendo carinho e aproximei seu rosto do meu.
- eu te amo - dissemos juntos, então nos beijamos, eu só podia escutar todos celembrando.


Algumas horas se passaram, nós assinamos todos os papéis, o nome de Demi ficou, Demetria Jonas Lovato, fomos todos para um jantar, música tocando, champagnhe rolando solto, Henrique nem queria saber de nós dois, ele ficava com Heloá na parte de criança, era um lugar cheio de brinquedos, agora estávamos todos sentados, seria a hora da família falar.


- Demi minha pequena - disse Dianna - olha só como esses anos passaram rápido - ela deu um sorrisinho - parece que foi ontem que você nasceu - os olhos dela encheram de lágrimas - parece que foi ontem que você deu os seus primeiros passos, parece que foi ontem que você disse "mamãe" pela primeira vez - escorreu uma lágrima dos olhos de Dianna - Filha, você sabe que a mamãe te ama e sempre vai te amar, eu peço desculpas por ter deixado você sozinha quando eu ia trabalhar, mais graças a isso, olha oque eu ganhei? - ela apontou para Henrique que agora dormia nos braços de minha mãe - Um netinho, um lindo neto... Obrigado Demi e Joe, por colocar na minha vida uma pedra tão precisa que é Henrique, ele é a minha alegria, eu amo vocês três, cuide bem da minha pequena, ta bom Joe? - eu fiz um sinal de "ok" com a mão, e ela desceu do palco, logo entrou minha mãe, que deixou Henrique com Demi.


Bom, depois disso muitas pessoas falaram, Eddie disse que se eu não cuidar de Demi ele ia cortar o meu "amigo", meu pai chorou no palco, minha mãe, alguns amigos nossos falaram, Nick, Miley... Então chegou a minha vez.


- Demi - Eu olhei para ela - você é como uma estrela para mim, eu poderia dar tudo para que você nunca saisse do meu lado, eu te amo tanto minha morena, eu ainda nem to acreditando que estou aqui, me casando com você, é como que se um sonho estivesse se realizando, eu sonhei com isso todos os dias... As vezes eu fico lembrando de tudo oque nós passamos, o nosso primeiro beijo, a nossa primeira relação, quando eu te pedi em namoro, quando nós descutimos, quando nós terminamos, quando você namorou outro, quando nós voltamos, quando eu te pedi em casamento, quando você me disse que estava grávida, quando Henrique nasceu, e agora, quando você me disse "sim" quando você aceitou a ser minha mulher, a pessoa que sempre vai estar do meu lado quando eu estiver feliz, quando eu estiver triste, eu também sempre vou estar ao seu lado minha princesa, sempre vou te apoiar... Na pobreza e na riqueza, Demi, eu te amo, com todas as minhas forças, só Deus sabe o quanto, só Deus que sabe Demi. Eu esperei por isso a minha vida toda Demi, ter você, por completa ao meu lado, de hoje em diante será apenas eu, você e Henrique... eu te amo - lágrimas caiam sobre o rosto de Demi, eu desci do palco e fui até ela, peguei em seu pescoço e a lhe beijei, com carinho e amor, todos aplaudiam. - eu te amo - sussurei em seus lábios.


Depois disso, a festa continuou, todos bebiam, todos dançavam, e eu junto com minha Demi, dançávamos no meio do salão uma música romantica, eu e Demi dançávamos abraçados, se beijando, já era 11h00 e tinhamos que ir para a lua de mel, foram todos para fora do salão com arroz cru na mão, quando passamos correndo eles jogaram em nós, fomos até o carro, se dispedimos de todos e fomos para o carro "recém casados" antes eu tinha que fazer algo. Fomos direto para o centro de L.A.


- Oque nós estamos fazendo aqui no centro? - disse Demi olhando para os prédio.
- Um presente de casamento - sorri e vireia esquina, aonde tinha muitas casas, e das boas
- é oque eu to pensado? - Ela olhou para mim sorrindo
- Se você está pensando nisso - eu parei o carro e apontei para uma grande casa que tinha há nossa frente - você acertou
- ai Deus, não to acreditando nisso, Joe?? eu te amo tanto meu amor - ela me deu um selinho - vamos lá dentro?
- Vamos.


Desliguei o carro e fomos para a casa, era bem grande, entramos e os olhos de Demi brilharam quando viu a grande sala, depois subimos, amostrei cozinha, banheiro de hóspedes e tudo mais... Chegamos ao nosso quarto, era perfeito, enorme, uma cama bem grande, um guarda roupa da cor da cama, um grande espelho no guarda-roupa, Demi se jogou na cama.


- Que cama enorme e fofa.
- Sabe para que ela deve ser boa? - eu cheguei perto dela, adeentrando entre suas pernas
- Para que? - ela disse sedutoramente
- Para fazer amor, muito amor, fazer amor até amanhecer - ela beijou meu pescoço - hey anjo, você achar que a nossa lua de mel será aqui?? ainda temos um avião para pegar
- Sério? - os olhinhos dela brilharam
- Urum, então vamos embora


Fechei a casa, e peguei novamente o carro e fomos para o aeroporto. Fomos direto para...


- PARIS? - Demi deu um grito assim que avistou a torre eiffel - Amor, é um sonho sendo realizado, eu te amo tanto, sempre imaginei eu na minha lua de mel em paris. eu te amo, eu te amo - eu apenas olhava a felicidade dela e sorria.
- Sabia que você ia gostar
- Você é o melhor marido do mundo Joe, o melhor


Nós descemos do avião e fomos para o nosso hotel, que ficava de frente para a torre... Eu peguei o melhor quarto, com as malas na mão, eu peguei Demi no colo antes de entrar, ela envolvel seu braço sobre o meu pescoço e deu um beijo no canto da minha boca, entrei no quarto com o pé direito, joguei as malas na mão e joguei Demi na cama, sobi em cima dela, beijando o seu pescoço.


- Joe - ela gemeu - Joe amor, eu tenho que ir no banheiro
- Não - eu mordi sua orelha
- Prometo que você vai gostar depois


Logo larguei ela e ela foi para o banheiro, eu tirei minha blusa para facilitar e me deitei sobre a cama, fiquei um tempo lá, depois Demi saiu do banheiro vestida de policial, a minúscula saia azul não chegava nem a metade da coxa,saia de quatro dedos, um sutiãn que apertava seus seios e os deixavam maiores, Demi tinha um par de algemas em suas mãos.


- Quem foi que roubou o banco principal? - disse Demi sedutoramente - preciso encontrar este ladrão e prender ele. - ela veio caminhando para mim, e sentou sobre mim, uma perna em cada lado da cintura, eu peguei em sua cintura e deslizei minhas mãos até sua bunda e apertei, ela rebolou sobre mim. - mãos para atrás mocinho - ela colocou as minhas mãos atrás das minhas costas
- você quem manda senhora policial - ele pôs as mãos para trás
- você vai pagar cada segundo pelos seus crimes - ela beijou o lóbulo da minha orelha, eu arrepiei, ela soltou uma risadinha.


Demi levantou o tronco, mais sem sair do meu colo, e pegou alguma bebida que havia no criado da cama, ela abriu a bebida, tomou um pouco e depois colocou um pouco na minha boca, Vodka. Demi jogou a bebiba em mim, pelo meu peitoral, e depois foi indo lambendo, por onde passava, ela passava língua, mordia, assoprava, estava me deixando louco, pena que eu não podia ataquá-la. Logo ela terminou com toda a bebiba. Demi me beijou, ela já estava ficando bêbada, aliás, tomar uma garrafa de vodka sozinha não é pra qualquer um não. Ela me beijou, seu beijo era vodka pura, ela rebolava por cima do meu penis, Demi levantou e começou a tirar a pequena saia sensualmente, quando ela ficou só com a calcinha ela veio até mim, mim e sentou em cima de meu pênis, ela rebolava, mesmo estando ainda de calcinha e eu de calça.


- Me come Joe – ela gemeu em meu ouvido


Foi o suficiente pra mim quebrar as algemas e pegar na cintura de Demi rapidamente e puxar Demi, beijei ela, ela rebolava. Eu tirei a minha calça que saiu junto com a minha box no desespero. Demi pegou em meu pênis e começou a me masturbar, suas mãos quentes faziam uma pressão nele ótima. Ela encaixou sua boca na cabecinha dele e começou a lamber, minhas mãos entraram em seus cabelos e eu forcei para baixo a cabeça dela e ela chupava tudo ia em sua garganta e voltava. Eu fiquei de joelho na cama e Demi deitada, peguei em seus cabelos deixando sua cabeça parada, e coloquei meu pênis em sua boca, fui indo de metendo em sua pequena boca devagar, sentindo a sua boca, ela envolvia a língua nele, chupava, eu vi ela descer um dedo até sua intimidade, se masturbando, eu meti mais rápido, logo gozei na boca dela, ela lambeu tudo, e ainda com cara de safada para mim ela puchou meu pescoço e me beijou, eu deitei ela na cama, e beijei seu pescoço, depois beijei seu colo, passei para seus seios, beijei cada um deles, passei para sua barriga, cheguei em sua intimidade e passeia língua nela toda, mordi seu clitóris e ela arfou na cama, abri bem as pernas dela e enfiei dois dedos em sua intimidade, Demi se contorcia e gemia alto, eu metia meus dedos bem rápido nela, então eu tirei meu dedos e fiquei mechendo em seu clitóris enquanto eu lambia na sua entrada, enfiei minha lingua nela, começei a beijar sua intimidade, era como que se eu estivesse beijando a sua boca, Demi gemia e rebolava em minha boca, eu fazia movimentos rápidos em seu clitóris e beijava a sua intimidade, logo senti seu gozo em minha boca, eu lambi a sua intimidade. Subi para a sua boca e lhe dei um beijo sensual. Abri bem as pernas de Demi e me posicionei entre suas pernas, rocei meu pênis em seu clitóris repetidas vezes e depois entrei nela, que saudade, logo começei a me movimentar, eu investia forte e rápido em Demetria, e ela gemia alto, depois de um tempo, eu virei ela, há colocando de quatro, ajeitei ela bonitinha, fiz ela empinar a bunda, dei uns tapa na bunda dela que ficou um tanto que vermelho, olhei para ela, ela mordia seus lábios e apertava seus seios, peguei em suas nádegas e abri, tendo a melhor visão da minha vida, peguei em meu pênis e coloquei só a cabeça na entrada de Demi, enfiei tudo nela, e fiquei me movimentando de vagar, só sentindo a sua pequena vagina se comprimindo a mim, ai Deus como Demi é gostosa, ela começou a rebolar, eu fiquei parado e ela rebolando em mim, Demi rebolava diferente, só ela que sabe rebolar daquela forma, é gostoso, eu novamente peguei em suas nádegas e abri elas, e vi meu pênis entrando e saindo da intimidade de Demi, eu enfiei um dedo, e ela fechou o olho e rebolou mais ainda, então eu tirei meu dedo de sua intimidade e coloquei em seu ânus, ela parou de rebolar e comprimou ele, eu movimentava meu dedo dentro do seu pequenino, Demi só gemia, tirei meu dedo dele e meu pênis de sua intimidade, e fui enfiando em seu ânus, como ele era apertado. Eu investia devagar nele, sentindo, depois eu começei a investir forte, rápido, sem restrições, depois de um tempo eu senti que ia gozar e sai de dentro dela e sentei na cama, Demi se colocou entre as minhas pernas e abocanhou meu pênis e ficou chupando ele, ela lambia, fazia tudo, eu gozei na boca dela, ela lambeu as minhas bolas e depois foi indo lambendo até chegar na cabeça. Em um movimento só eu senti ela sentando em cima de meu pênis e dando um gemido alto, ela começou a rebolar em cima dele, ela quicava, ela abaixou até minha boca e deu um selinho, eu mordi seu lábio e ela arranhava a minha barriga, Demi quicava em meu pênis, ela sentou nele todo e ficou rebolando só para frente e para trás, ela olhava para mim safada e mordia o lábio, então ela fechou os olhos e relaxou em cima de mim, senti seu gozo escorrendo pelo meu pênis, ela saiu de cima de mim e chupou tudo, ela deitou do meu lado, e eu desci em sua intimidade e fiquei lambendo a sua entrada, mordi seu clitoris, e fiquei lambendo ela, e enfiando 3 dedos em sua intimidade, ela novamente gozou, eu lambi tudo e depois dei um beijo nela. Deitei ao seu lado.


- Esse concerteza foi o melhor – eu disse fazendo carinho em seu rosto, ela ainda estava de olhos fechados
- Sim, concerteza – ela abriu os olhos e sorriu
- Me abraça? – pedi abrindo os braços


Ela me abraçou eu olhei para a janela, estava amanhecendo em Paris, dei um beijo na testa de Demi.


- Eu ainda acho que isso é um sonho – ela disse
- Porque? – perguntei fazendo carinho em seu cabelo
- Eu, casada com você, com um filho e agora, na lua de mel com você… Nunca imaginei isso
- Never say Never – Dei um selinho nela.


Então ela sorriu e me deu um beijo doce, olhou para a janela novamente e depois sorriu, ela se encachou em meu pescoço e dormiu, eu olhava o sol nascer, iluminando a cidade a cidade de França…

Aprendi que não posso exigir o amor de alguém,
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim
E ter paciência para que a vida faça o resto



Ultimo Cap. ae, gostaram?? NÃO?? haaaaaa eu sabia, ficou orrível :c Mais se vocês gostaram, eu quero ver todo mundo comentando pra mim postar a mini fic *-* ~Obrigado a todas as leitoras que sempre me acompanharam, desde o início, até aquelas que vieram depois.. OBRIGADO, OBRIGADO.. Eu amo vocês *---*

13 comentários:

  1. OMGLITTER PERFEITOOOOOO
    AMEEEEEI
    POSTA LOGO A NIME FIC PLEASEE
    PERFEITOOOOOOOO

    ResponderExcluir
  2. esse cap foi totalmente HOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOT passei mal ao ler senhor.. menina esses dois sao totalmente SAFADOS hein kkkkkk posta logo a mini fic

    ResponderExcluir
  3. OH MY JONAS!!!!!!!!!!QUE PERFEITO ESSE CAPÍTULO.......AHHHHHHHHH PERFEITO PERFEITO PERFEITO PERFEITO E PERFEITOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
    A DEMI E O JOE SÃO MUITO SAFADOSS JESUS AMADO.POSTA LGO A MINI FIC PLEASEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

    ResponderExcluir
  4. Tag pra vc amr
    http://joseph-and-demetria.blogspot.com.br/2012/04/tags.html

    ResponderExcluir
  5. LINDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO AMEEEEEEEEEEEEEEEEIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!!!!!!!!!!!! HOTTTTTTTTTTTTTTTTTTT DEMAISSSSSSSSSSSSSSSSSS HULLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL ASSSIMMMMMMM QUE EU GOSTOOO LOVE YOUUUUUUUUUUUUUU

    ResponderExcluir
  6. Anônimo13:22

    PERFEITOOOOOOOOOOOOOO
    POSTA LOGO PLEASE
    AAAAAAAAAAAAAAA
    POSTA LOGO A MINI FIC
    PLEASE

    ResponderExcluir
  7. AMEIIIIIIIIIIIIIIII *---*
    Só agora é que vi que você já tinha postado!!!
    Eu simplesmente amei essa fic do principio ao fim!!! *--*
    Ela foi perfeita em todos os capítulos!!
    Mal posso esperar pelas próximas ideias ;)

    E como toda a leitora, amei o hot :p
    Fico esperando a mini-fic \o/
    Beijos*

    ResponderExcluir
  8. Anônimo13:38

    Muuuuuuuuuuuuuuuuuuitooo bom o final.

    agoooora posta loogo a nova história, too com saudade de leer post noovos .

    ResponderExcluir
  9. dona NATY to esperando nova fic girl.... PQ VC Ñ POSTAAAAAAAAAAAAA? ta vc me disse pq mas ñ é justo com a gente ñ.. pode ir postando uma nova fic aki ME OUVIU? rum

    ResponderExcluir
  10. AMEI SUA HISTORIA ASSISTIR TUDO AMEI O BLOG PERFEITO

    ResponderExcluir
  11. POOOOOOOSTA LOGOOOOOOOO ^^

    ResponderExcluir
  12. adoreii
    venha conhecer meu blog
    jemi niley and delena amor para sempre
    e deixem seus comentarios

    ResponderExcluir